5 fatos sobre prótese de silicone que você precisa saber

Qual a mulher que não gosta de se sentir bem consigo mesma? Para algumas, a autoimagem é um mero fator psicológico que pode ser modificado. Para outras, cirurgias plásticas são...

5 fatos sobre prótese de silicone que você precisa saber

Qual a mulher que não gosta de se sentir bem consigo mesma? Para algumas, a autoimagem é um mero fator psicológico que pode ser modificado. Para outras, cirurgias plásticas são válidas para se sentirem mais bonitas. É o caso da cirurgia para inclusão de prótese de silicone.

Muitas mulheres, que sonharam a vida toda com seios maiores e mais firmes, encontraram no procedimento a solução para sua autoestima. Se você está pensando em colocar próteses, seguem abaixo 5 fatos sobre elas que você precisa saber:

1. Tamanho e formato

Não basta decidir por colocar ou não uma prótese de silicone: você precisa escolher quantos mL deseja colocar. Os tamanhos variam de menos de 100mL a mais de 500mL.

Há mulheres que optam pelas mais discretas, enquanto outras afirmam que, se for para colocar menos de 300mL, nem se submetem à cirurgia. Essa é uma decisão individual de cada uma.

Os implantes são capazes de modificar o contorno dos seios, podendo variar com relação à base, que pode ser redonda ou oval, ao perfil, que pode ser esférico, cônico, anatômico ou em gota e à projeção, que pode ser extra alta, alta, moderada ou baixa.

Independentemente de qualquer coisa, a principal preocupação na hora de escolher dever ser a de encontrar tamanho e formato que fiquem proporcionais ao seu corpo e agradem seu senso estético.

2. Preços

Atualmente, as melhores próteses de silicone custam entre R$1.400,00 e R$2.500,00. Entretanto, é necessário ter em mente que você não pagará apenas por elas.

Existem também os custos de internação, equipe e despesas médicas. Outros fatores que influenciam diretamente no custo da cirurgia são a marca do implante, o material de revestimento da prótese (silicone texturizado ou coberto com poliuretano) e seu perfil (esférico, cônico, anatômico ou em gota). O tamanho não costuma ser parâmetro de variação.

3. Cuidados no pós-operatório

Grande parte do sucesso de uma mamoplastia para aumento está relacionada aos cuidados no pós-operatório. A paciente deve permanecer por três semanas sem levantar os braços acima da cabeça, carregar peso ou fazer esforço físico.

O sutiã cirúrgico deve ser usado em tempo integral até que o médico autorize o uso de modelos normais. Deve-se também evitar dormir de lado ou de bruços por cerca de 45 dias e não tomar sol na região por pelo menos 6 meses.

4. Riscos

Assim como toda cirurgia, o implante de próteses de silicone também oferece alguns riscos. A operação é contraindicada para menores de 16 anos, mulheres grávidas ou em fase de amamentação, pacientes em tratamento de câncer ou portadoras de doenças cardiovasculares.

A alteração da sensibilidade das mamas causada pela cirurgia tende a desaparecer em algumas semanas e eventos como cicatrizes grandes ou rejeição do material são muito raros.

5. Escolha Certa

Além dos cuidados consigo mesma no pós-operatório, para dar certo, uma mamoplastia depende do profissional e da clínica (hospital) onde é realizada.

É por isso que é tão importante pesquisar sobre o assunto e informar-se antes de escolher onde fazer. A paciente deve verificar se tanto o médico quanto o local estão em situação regularizada junto aos órgãos que zelam pela saúde pública.

Também, deve conversar para tirar todas as suas dúvidas. A mulher precisa estar ciente de todos os benefícios e riscos para poder decidir sobre a realização do procedimento.

Gostou da nossa matéria sobre a prótese de silicone e quer saber mais sobre plástica e estética? Assine a nossa newsletter e tenha acesso a mais conteúdos como esse.