Corrigindo a celulite

É um procedimento simples, seguro e rápido - até 1h. A quantidade de sessões varia de acordo com a profundidade e quantidade dos defeitos a serem corrigidos

Corrigindo a celulite

Celulite são irregularidades e ondulações presentes na pele, principalmente na região das nádegas e partes posteriores da coxas. É motivo de grande preocupação entre as mulheres uma vez que está presente em 70% a 80% delas, mesmo nas mais magras. Apesar de ser encontrada em homens também é muito mais comum nas mulheres por causa da estrutura das fibras do tecido conjuntivo da mulher, já que a celulite é causada pelo acúmulo de gordura entre as fibras.

Pode ser agravada com a idade, por genética, pela falta de atividade física ou dieta inadequada. São quatro os graus de celulite, sendo o quarto o mais grave, com ondulações visíveis até mesmo sob as roupas.

Para esse último grau, cremes, laser, dietas, exercícios ou massagens, não são mais eficazes, sendo necessário procedimento clínico, a subcisão, para melhora estética.

Esse processo consiste na eliminação de septos fibrosos que ocasionam os famosos ‘’furinhos’’. A subcisão é realizada sob anestesia local, com ou sem sedação. Uma agulha é introduzida sob a pele para provocar pequenos descolamentos, os quais, ao cicatrizarem, provocam a formação local de colágeno, novo e liso, reduzindo as depressões.

É um procedimento simples e seguro, com duração de até 1 hora. A quantidade de sessões varia de acordo com a profundidade e quantidade dos defeitos a serem corrigidos.

A recuperação é rápida, o paciente recebe alta no mesmo dia e é fundamental repouso relativo por 48h. O uso de malha compressora no local é recomendado por 30 dias, assim como evitar a pratica de exercícios físicos.

O procedimento não deixa marcas e dores são raras. Para a manutenção do resultado deve-se ingerir bastante água, praticar exercícios físicos e manter uma dieta saudável.