Selfies aumentam procura por cirurgia plástica

Selfies virarão mania entre homens e mulheres. Esse costume gerou um aumento de 10% na procura por cirurgias plásticas, como cirurgia da face, pálpebra e nariz

Selfies aumentam procura por cirurgia plástica

As selfies fazem parte da rotina de muita gente. Prática que virou mania entre os famosos. Não resta dúvida que é um comportamento sedutor.

Pesquisas realizadas principalmente nos Estados Unidos apresentam como resultado desse costume um aumento de 10% na procura por cirurgia plástica. As mais procuradas são cirurgia de pálpebra, rinoplastia, transplante capilar e a campeã entre as mulheres: a cirurgia facial. Entre os motivos do crescimento da busca por reparações plásticas, pode estar oculta a baixa auto-estima, pois a exposição nas redes sociais é muito forte, levando a pessoa a  julgar sua aparência com rigor excessivo e promover comparações, na maioria das vezes, com padrões equivocados.

No Brasil segundo lugar mundial nesse ranking, a situação não é muito diferente. Muitos médicos têm percebido o desconforto das pessoas com a imagem que projetam nas redes sociais. São homens, mulheres, adolescentes e até crianças que buscam solução para sua insatisfação  na cirurgia plástica.

Especialistas alertam, porém, que as selfies não são a melhor maneira para as pessoas se avaliarem. A pessoa tira uma foto, pensa que está maravilhosa. Quando na rede ninguém curte, aí surge um problema: insatisfação com a própria aparência.

Estão entre as principais queixas: olheiras, flacidez no rosto, rugas, linhas de expressão e imperfeições no nariz.

Geralmente surge a necessidade de mudança. Quando essa necessidade é premente, busca-se a solução na cirurgia plástica. Neste caso só o especialista pode orientar qual o melhor procedimento para a resolução do problema. Muitas vezes a solução não passa obrigatoriamente pela cirurgia.

A imagem da selfies não pode ser encarada como um espelho, pois é imperfeita do ponto de vista técnico, portanto as imperfeições que causam incômodo podem não ser reais, e poderiam ser reparadas apenas com tratamento cosmético, um bom corte de cabelo ou perda de peso.


Dicas e Novidades

Saiba tudo sobre cirurgia plástica e estética, beleza, saúde e bem estar.