Transplante Capilar: Idade, Hormônios e Genética

O transplante capilar ajuda homens e mulheres que sofrem com a queda de cabelo. A calvície é uma combinação de envelhecimento, ação hormonal e fatores genéticos

Transplante Capilar: Idade, Hormônios e Genética

A calvície é um problema que afeta mais os homens sendo causada por uma combinação de envelhecimento, ação hormonal e fatores genéticos (idade, hormônios e genética) como histórico familiar de queda de cabelo. No caso das mulheres, apesar de ser menos comum, apenas uma a cada cinco apresentam queda de cabelo, que geralmente é causada por envelhecimento, doenças ou alteração hormonal. Casos de queimaduras ou traumas também podem acarretar perda do cabelo na área acometida.

A cirurgia de transplante capilar consiste em retirar unidades foliculares da área doadora, geralmente a parte posterior do couro cabeludo, e transplantá-la na área receptora ou área clava, fio a fio. A densidade de fios da área doadora, a cor e a textura do cabelo podem afetar o resultado estético.

Os cuidados pós-operatórios são simples e a recuperação normalmente sem dor. O paciente já pode retornar às suas atividades no dia seguinte, devendo apenas ter cuidado ao lavar e pentear o cabelo. Os pontos da área doadora são retirados por volta de 12 a 14 dias. Para diminuição do inchaço na primeira semana deve-se cuidar da postura e drenagem linfática é indicada.

Os fios transplantados vão cair dentro de 30 dias e voltar a crescer em 2 a 3 meses, não sofrendo mais ação hormonal. A cicatriz geralmente fina fica escondida entre os cabelos. O resultado definitivo é possível dentro de 6 a 8 meses, com aparência natural, causando melhora na auto-estima e na confiança do paciente.

O transplante capilar oferece um resultado muito natural e está entre as cirurgias plásticas mais realizadas por homens.


Dicas e Novidades

Saiba tudo sobre cirurgia plástica e estética, beleza, saúde e bem estar.