50 anos do Silicone: Implantes melhoram harmonia estética e autoestima

No Brasil os implantes de silicone já são velhos aliados na busca pelo corpo ideal, equilibrado. Há mais de 50 anos as próteses mamárias possibilitam a harmonia estética aliada...

50 anos do Silicone: Implantes melhoram harmonia estética e autoestima

No Brasil os implantes de silicone já são velhos aliados na busca pelo corpo ideal, equilibrado. Há mais de 50 anos as próteses mamárias possibilitam a harmonia estética aliada a uma boa dose de autoestima.

Buscando esse equilíbrio entre o corpo e a mente, a ciência e a medicina, observando a crescente popularização das próteses de silicone, debruçaram-se no desenvolvimento de produtos de qualidade e técnicas precisas de cirurgia que permitem um resultado harmonioso. Hoje, com as técnicas aperfeiçoadas e com o procedimento correto para cada caso, as próteses proporcionam um resultado mais natural e eliminam, aos poucos, o tabu da artificialidade.

O silicone é um material inerte utilizado em medicina desde 1940. Ele pode ser produzido em forma sólida, líquida ou gel.

Mas foi só a partir de 1961 que surgiram nos Estados Unidos as primeiras próteses de silicone, na forma de um gel envolto por uma cápsula de elastômero rígida, que evitaria o vazamento do produto. A partir dessa inovação que trouxe segurança para o procedimento, o uso das próteses de silicone ganhou muita popularidade, se tornando na década de 80 o sonho de consumo de muitas mulheres americanas.

Nos últimos anos, a segurança das próteses só vem aumentando com a melhoria da matéria-prima e das tecnologias para fabricação do silicone. O maior avanço foi a criação de um gel de alta coesividade envolto por múltiplas camadas de elastômero com texturização.

Por se tratar de um dispositivo de alta tecnologia é importante escolher bem o fabricante das próteses, assegurando que todo o processo é feito seguindo rigorosos padrões de qualidade.

No Brasil, após a descoberta do uso de silicone industrial nas próteses da marca PIP e Rofil em 2011, houve a criação de uma nova legislação para proteção das pacientes. Além das próteses serem aprovadas pela ANVISA os implantes e seus processos de fabricação devem ser avaliados pelo INMETRO periodicamente. Antes de submeter-se a operação para implante de próteses de silicone, certifique-se qual a marca de implante será utilizada e se a mesma possui todas as aprovações necessárias.

Atualmente, o Brasil ocupa o segundo lugar no ranking mundial de cirurgias plásticas, perdendo somente para os Estados Unidos, e é considerado o número um em relação ao aperfeiçoamento de novas técnicas e à qualificação dos cirurgiões.

Com o aumento da demanda, cresceu também o número de profissionais que estão se especializando nessa área. É interessante observar que esses profissionais vêm alcançando, cada vez mais sucesso e reconhecimento fora do país, nunca vistos em outras áreas da medicina.

Dessa forma, podemos afirmar que o Brasil se tornou referência mundial em cirurgia plástica por possuir uma enorme equipe com nomes sempre presentes em congressos internacionais. Três fatores foram responsáveis por esse reconhecimento: a qualidade dos médicos brasileiros, a grande preocupação que o brasileiro tem com o corpo, com a vaidade e, por fim, a questão do acesso.

Os procedimentos possuem valores razoáveis, assim é possível que mais pessoas façam a tão sonhada cirurgia plástica. E ainda podemos contar com a presença de profissionais especializados no Brasil inteiro.

Esse mês, a Revista Encontro fez uma matéria, mostrando como o implante de silicone se tornou um forte aliado da autoestima em várias situações diferentes.

 


Dicas e Novidades

Saiba tudo sobre cirurgia plástica e estética, beleza, saúde e bem estar.