fbpx

O que é e como funciona a lipoaspiração abdominal?

por Dr. Fernando Rodrigues |  5 de julho de 2019
O que é e como funciona a lipoaspiração abdominal?

Atualmente, existem no mercado cirurgias e procedimentos para reparar a maioria dos problemas que as pessoas podem ter relacionados ao seu corpo ou à sua imagem. Nesses casos, o objetivo é harmonizar o que não agrada ao paciente ou modificar a região que precisa de algum tipo de correção estética.

Sendo assim, as cirurgias plásticas são capazes de ajudar homens e mulheres a recuperarem sua autoestima devido à melhora da aparência. Neste artigo abordaremos uma das intervenções mais comuns: a lipoaspiração abdominal.

Saiba o que é e como é feito esse procedimento, quais são as áreas que podem ser tratadas, como é a preparação e o pós-operatório, assim como quais são os riscos e como escolher o melhor profissional. Confira!

O que é e como é feita a lipoaspiração?

O objetivo da lipoaspiração é modelar os contornos do corpo, seja feminino ou masculino. Para isso, retira-se o excesso de gordura de áreas estratégicas.

Essa cirurgia é feita por meio de pequenas incisões em que são inseridas cânulas metálicas, um tubo oco de material cirúrgico, que removerão a gordura subcutânea. Primeiramente o cirurgião plástico infiltra uma solução composta de soro fisiológico e adrenalina, chamada de solução de Klein. O objetivo desse passo é diminuir as chances de sangramento e, assim, o trauma cirúrgico.

Após, a gordura que está localizada logo abaixo da pele é aspirada por um equipamento cirúrgico que cria um vácuo. Essa aspiração é feita com movimentos de vai e vem.

A anestesia usada depende da preferência do médico, da situação de saúde do paciente e do tamanho da cirurgia, podendo ser geral, peridural ou local.

Powered by Rock Convert

Quais são as áreas que podem ser tratadas?

Sem dúvidas a região abdominal é a mais pedida. Além disso, outras regiões comuns são coxas, culote, quadril e costas. No entanto, a lipoaspiração pode ser realizada em inúmeras outras áreas, sendo feita inclusive em duas ou mais regiões em uma mesma cirurgia para melhor efeito escultural do corpo.

Como é a preparação para o procedimento?

É importante salientar que esse procedimento é empregado para modelar o corpo, e não para perder peso. Sendo assim, pessoas que estão acima do peso devem emagrecer antes de se submeter a ele. Além disso, outra dica é parar de fumar semanas antes da cirurgia e manter esse hábito no pós-operatório. Isso porque o cigarro piora a circulação sanguínea e pode causar problemas na cicatrização.

Existem riscos? Como é o pós-operatório?

Após fechar as incisões, o cirurgião coloca bandagens elásticas ou malhas de compressão na parte do corpo aspirada, a fim de evitar a retenção de líquidos e ajudar a comprimir a pele para uma recuperação melhor.

Em alguns casos, pode ser necessário o uso de dreno para retirar o acúmulo de líquidos. É comum que o paciente sinta dor e o corpo fique edemaciado e com manchas roxas. Após a primeira semana isso diminui consideravelmente.

Por fim, é fundamental seguir as recomendações do cirurgião, visto que cada profissional tem suas preferências. A lipoaspiração é uma cirurgia e como qualquer cirurgia também apresenta riscos, como hematomas e infecção no pós-operatório. No entanto, esses são riscos mínimos.

Como escolher o melhor profissional?

Primeiramente é essencial que o profissional escolhido seja cirurgião plástico, visto que esse médico é treinado para os procedimentos em questão. Outra dica é pedir indicação a amigos e parentes que já realizaram lipoaspiração e ficaram satisfeitos com os resultados e com o atendimento do médico.

Gostou de saber mais sobre a lipoaspiração abdominal? Então, curta a nossa página do Facebook para ficar por dentro de mais conteúdos!