Tratamentos estéticos pós-cirúrgicos: conheça os mais importantes!

O bom resultado de uma cirurgia plástica não depende exclusivamente da boa técnica do cirurgião. Os tratamentos estéticos pós-cirúrgicos também são muito importantes para atingir o resultado desejado. Após os procedimentos,...

Tratamentos estéticos pós-cirúrgicos: conheça os mais importantes!

O bom resultado de uma cirurgia plástica não depende exclusivamente da boa técnica do cirurgião. Os tratamentos estéticos pós-cirúrgicos também são muito importantes para atingir o resultado desejado. Após os procedimentos, é essencial evitar fatores que provocam complicações e tomar alguns cuidados especiais.

Existem várias formas de cuidar do corpo após a operação para evitar a formação de cicatrizes indesejadas, fibrose, manchas, hematomas e edemas (acúmulo de líquido no tecido).

Quer saber quais são os procedimentos recomendados após uma cirurgia plástica? Separamos algumas dicas sobre os melhores tratamentos estéticos pós-cirúrgicos para ajudá-lo. Então, acompanhe o artigo a seguir!

Realize drenagem para evitar o edema e a fibrose

Muitas cirurgias plásticas, como a lipoaspiração, o lifting facial, a abdominoplastia e a mamoplastia são feitas por meio de um grande descolamento de pele do tecido subcutâneo — causando, assim, um edema maior. Esse inchaço deve ser evitado no pós-operatório, pois pode provocar fibrose, nódulos e irregularidades na pele.

Realizar sessões de drenagem linfática e usar malha compressiva após a cirurgia plástica são maneiras excelentes de amenizar o edema e ajudar a pele a aderir novamente ao subcutâneo mais rapidamente, obtendo melhores resultados estéticos.

Drenagem manual

A drenagem linfática após a cirurgia deve ser realizada no corpo todo para estimular a circulação. Na área do procedimento, a drenagem deve ser mais detalhada e direcionada, de forma lenta e delicada, para não aumentar o processo inflamatório já causado pela cirurgia.

Ultrassom terapêutico

Outra forma de drenagem que complementa o procedimento manual é pelo uso do aparelho de ultrassom.

O ultrassom terapêutico, na frequência de 3MHz, é muito utilizado no período pós-cirúrgico devido ao processo inflamatório. O ultrassom ajuda na reabsorção de hematomas, evitando formação de tecido fibrótico e edemas, além de prevenir e aliviar a dor local.

Radiofrequência

A radiofrequência é outro método que vem sendo utilizado no pós-operatório das cirurgias plásticas, por meio da conversão de energia eletromagnética em calor.

A temperatura se eleva nos tecidos abaixo da pele, tratando a fibrose que se forma. Entretanto, a temperatura não deverá ultrapassar os 37ºC, para não provocar queimaduras na pele nem escurecimento de cicatrizes.

Observe outros cuidados pós-cirúrgicos

Algumas práticas cotidianas podem ter grande influência na recuperação de seu organismo após uma cirurgia plástica. Veja, a seguir, o que fazer e o que evitar no pós-operatório:

Tenha cuidado com ambientes e banhos quentes

O calor, além de provocar queimaduras, é um potente vasodilatador — e a chance de sangramento é maior com o vaso mais dilatado. Recomenda-se, portanto, que os banhos sejam rápidos e em temperatura morna.

Evite exposição ao sol

Também é muito importante evitar a exposição ao sol, que pode provocar o aumento do edema, aumentar a chance de sangramentos e ainda provocar a formação ou o escurecimento de manchas na pele e na cicatriz. O ideal é evitar a exposição excessiva ao sol por, pelo menos, 45 dias.

Corte o cigarro

O cigarro, assim como os alimentos industrializados, é responsável por aumentar o edema na região operada e dificulta a cicatrização da ferida.

O hábito de fumar aumenta o risco de necrose, uma vez que o tecido precisa de oxigênio para se regenerar e cicatrizar bem. O cigarro interfere na oxigenação e, consequentemente, o resultado da ferida é pior no paciente que fuma, além de aumentar as chances de trombose no pós-operatório.

Alimente-se melhor

Alguns alimentos são responsáveis pela retenção de líquidos em excesso, como embutidos, enlatados, conservantes e alimentos com sal em excesso. O ideal é consumir alimentos mais saudáveis e eliminar os industrializados da sua dieta.

Lembre-se sempre da importância de conversar com seu médico a respeito dos tratamentos estéticos pós-operatórios, antes mesmo da cirurgia plástica, para que ambos elaborem um plano que atenda às expectativas do paciente.

Gostou deste artigo? Não perca mais nenhum de nossos conteúdos. Assine nossa newsletter agora mesmo!