fbpx

Descubra como funciona o preenchimento com ácido hialurônico

por Dr. Fernando Rodrigues |  19 de março de 2019
Descubra como funciona o preenchimento com ácido hialurônico

As intervenções estéticas por meio de procedimentos não invasivos são uma forte tendência no Brasil. Segundo o censo de 2016 da SBCP (Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica), os procedimentos dessa natureza não cirúrgicos aumentaram cerca de 390%, enquanto os cirúrgicos tiveram um aumento de apenas 8%.

Essa tendência se manteve durante 2017 e 2018, mas, afinal, o que ocasionou essa mudança? Segundo os especialistas, pessoas mais jovens procuram tratamentos preventivos, enquanto indivíduos na meia idade preferem os procedimentos menos invasivos. Além disso, as intervenções estéticas têm um custo inferior às cirúrgicas.

Entre os tratamentos mais procurados está o preenchimento com ácido hialurônico, usado para rejuvenescer o rosto e prevenir o seu envelhecimento. Quer saber mais sobre essa técnica? Continue lendo o post!

O que é o ácido hialurônico?

O ácido hialurônico é produzido fisiologicamente pela camada cutânea da pele. A sua função é preencher os espaços entre as células, o que as mantém lisas, elásticas, bem hidratadas e sem deformidades.

Com o passar dos anos a produção dessa substância diminui, assim como acontece com o colágeno. Esse fenômeno causa o aparecimento de linhas de expressão, flacidez e aspecto de ressecamento da pele. É por esse motivo que repor o ácido hialurônico possibilita o rejuvenescimento facial.

Como ele o preenchimento é feito?

O preenchimento com ácido hialurônico é feito por um médico em consultório. A anestesia pode ser feita com pomadas ou com anestésico injetável. O local de aplicação depende da queixa do paciente, ou seja, das regiões que têm rugas, áreas de flacidez ou perderam o contorno.

Com o passar dos anos, por exemplo, é natural que a pele da região das bochechas se torne flácida e um pouco caída. O ácido hialurônico pode ser usado para repor o volume nessa região, o que tornará a cútis esticada novamente e em seu lugar natural. Isso é importante porque maçãs do rosto protuberantes são uma característica de pessoas jovens.

Outra queixa frequente nos consultórios são as olheiras. O preenchimento com ácido hialurônico pode ser usado para hidratar a região, diminuindo a aparência de cansaço e o tom arroxeado. Os lábios, tanto superiores quanto inferiores, também podem receber volume.

Outros locais que podem receber o preenchimento são a linha de marionete (sulco labiomentoniano), bigode chinês (sulco nasogeniano), rugas entre as sobrancelhas e no contorno da face, como os maxilares. Na maioria dos casos é necessário realizar a aplicação em mais de uma área, utilizando as regras da harmonização facial.

Além disso, essa substância também pode ser usada para tratar cicatrizes de acne, áreas com celulite e locais atróficos (com leve depressão).

Quais são as vantagens desse procedimento?

O preenchimento com ácido hialurônico é praticamente indolor, visto que é usado anestésico antes do procedimento. Além disso, as agulhas usadas são bastante finas.

O interessante é que além de preencher a região, tornando-a mais firme, o ácido hialurônico é capaz de atrair moléculas de água, o que deixa a pele com aspecto viçoso e hidratado. Sendo assim, ele pode ser usado para tratar os sinais de envelhecimento e também para prevenir que as rugas e a flacidez do rosto apareçam precocemente.

Quando feito por um médico experiente, o preenchimento fica sutil e delicado. Além disso, ele pode ser feito em várias sessões para que o paciente se acostume com o resultado. O tempo de duração varia entre 1 a 2 anos, sendo necessário reaplicação.

E então, entendeu como é feito e quais os benefícios do preenchimento com ácido hialurônico? Assine a nossa newsletter e receba, diretamente em e-mail, conteúdos exclusivos sobre beleza e saúde!