Abdominoplastia: o que você precisa saber sobre esse procedimento

A abdominoplastia consiste na retirada de pele e gordura da região abdominal, com a correção do contorno da área. Trata-se de um procedimento complexo, com duração de uma a...

Abdominoplastia: o que você precisa saber sobre esse procedimento

O número de cirurgias plásticas cresce a cada ano, com pessoas recorrendo aos mais diferentes procedimentos. Um dos mais procurados é a abdominoplastia, que ajuda a moldar a região da barriga e a retirar o excesso de pele.

Essa cirurgia é muito buscada principalmente por quem não obtém resultados satisfatórios com exercícios e alimentação. No entanto, ela não é indicada para todas as pessoas.

Se você está em dúvida se essa é uma boa opção para o seu caso, aproveite este post para tirar todas as suas dúvidas. Confira!

O que é a abdominoplastia?

A abdominoplastia consiste na retirada de pele e gordura da região abdominal, com a correção do contorno da área. Trata-se de um procedimento complexo, com duração de uma a quatro horas, exigindo anestesia geral e internação hospitalar por pelo menos um dia.

Atualmente, são feitos três tipos básicos de cirurgias, de acordo com os objetivos e necessidades de cada paciente.

Abdominoplastia tradicional

No método mais comum, o cirurgião plástico faz uma incisão na parte inferior do abdômen, descolando a pele e a gordura do músculo. O excesso indesejado é retirado, restando apenas o que será usado para o reposicionamento do umbigo.

Lipoabdominoplastia

Além dos passos do procedimento tradicional, é feito uma lipoescultura, na qual a gordura abdominal é aproveitada para moldar outras partes do corpo, como glúteos, quadris e coxas.

Miniabdominoplastia

Com uma duração menor, é indicada para pessoas que têm apenas um acúmulo de pele na parte abdominal inferior. Não é preciso realinhar os músculos nem fazer a reconstrução do umbigo.

Quando é recomendada?

A abdominoplastia é uma boa opção para pessoas que perderam muito peso e ficaram com a pele flácida no abdômen. A cirurgia também é bastante procurada por mulheres que engravidaram uma ou mais vezes e não conseguiram voltar à forma anterior. Tanto homens quanto mulheres podem fazer o procedimento.

Apesar de ser bem democrática, não é recomendada para pessoas muito acima do peso. Isso porque retira principalmente a pele e, no máximo, a gordura localizada. O ideal é perder peso antes da cirurgia. Depois, outros procedimentos, como a lipoaspiração ou lipoescultura podem ser feitos simultaneamente (lipoabdominoplastia).

Quais os cuidados pós-operatórios?

Geralmente, os resultados da abdominoplastia são bem satisfatórios. No entanto, eles não aparecem da noite para o dia. O pós-operatório é demorado e exige muitos cuidados. É preciso fazer um repouso maior nas 3 primeiras semanas. A partir deste momento a paciente já pode ficar ereta.

Nesse período, é comum ter dores, inchaços, dormência e equimoses. Além disso, é importante lembrar que a cirurgia deixa cicatrizes. O médico pode indicar medicamentos para suavizá-las, além de medicamentos para melhorar as dores.

Ou seja, a abdominoplastia é um procedimento que gera bons resultados, devolvendo a autoestima de muitas pessoas. No entanto, precisa de muita atenção no pré e pós-operatório e oferece riscos, como qualquer cirurgia. O mais importante é contar com um profissional de confiança, especialista na área, e com um centro de saúde bem equipado.

Muitas pessoas querem fazer cirurgias plásticas, mas não se informam corretamente sobre os procedimentos. Compartilhe esse post nas redes sociais para ajudar aqueles que também podem ter dúvidas!