Lifting facial reduz os sinais do envelhecimento

O lifting facial melhora as consequências do envelhecimento no rosto e pescoço: rugas, flacidez, gordura deslocada ou em excesso e perda de tônus muscular

Lifting facial reduz os sinais do envelhecimento

Alguns sinais do envelhecimento podem ser corrigidos ou amenizados cirurgicamente. A ritidoplastia, como também é conhecida o lifting facial, é uma cirurgia que melhora as consequências do envelhecimento no rosto e pescoço: rugas, sulcos, flacidez, gordura deslocada ou em excesso e perda de tônus muscular.

O tipo de ritidoplastia vai variar de acordo com o grau de mudança pretendido. Dentre as alternativas, temos: o lifting tradicional, o lifting com incisão limitada e o lifting de pescoço.

Os resultados do procedimento podem ser vistos após a diminuição dos inchaços. As cicatrizes, que ficam camufladas entre os cabelos, sulcos e pregas naturais, tornam-se imperceptíveis a partir de 6 a 12 meses. De qualquer forma, apesar de o resultado durar vários anos, pode haver perda parcial deste devido ao natural e contínuo envelhecimento da pele.

Essa cirurgia exige internação e o paciente só é liberado no dia seguinte. A necessidade de repouso é maior nos primeiros dois dias. A cabeceira da cama deve ser elevada por cinco dias. Os pontos são retirados de 7 a 12 dias. É necessário evitar sol por seis meses. O protetor solar é recomendado a fim de manter aparência rejuvenescida e minimizar os efeitos do envelhecimento provocados pelos raios solares, o que ajuda a prolongar os efeitos da cirurgia. Um estilo de vida saudável, incluindo atividades físicas e dieta equilibrada também é indispensável.

Além de adquirir uma pele com aspeto mais jovem e descansado, o paciente tende a elevar sua autoestima e confiança.

Gostou deste artigo? Quer receber mais informações sobre Lifting Facial? Então assine nossa newsletter gratuitamente.


Dicas e Novidades

Saiba tudo sobre cirurgia plástica e estética, beleza, saúde e bem estar.