Cirurgia das Covinhas


Com a cirurgia das covinhas é possível criar as covinhas nas bochechas e o furinho no queixo. Este procedimento faz parte da cirurgia plástica estética

Cirurgia das Covinhas

Cirurgia plástica para criação de “covinhas nas bochechas”, Cirurgia plástica para criação de “furinho no queixo”

As covinhas nas bochechas, ao sorrir, e o furinho no queixo são heranças determinadas geneticamente. Diversas pessoas consideram essas características muito atraentes. A criação dessas depressões faz parte da cirurgia plástica estética. Com a cirurgia das covinhas é possível produzir artificialmente essas características, semelhantes às naturais. O tamanho, a forma, a profundidade e o local exato das depressões devem ser cuidadosamente escolhidos antes da cirurgia.

Cirurgia das Covinhas

Técnica cirúrgica      

• Marcação na pele da área em que aparecerá a covinha.

• Antissepsia + anestesia.

• Incisões de acesso:

Bochechas – incisão de cada lado interno das bochechas com retirada de uma pequena porção da mucosa (incisões simétricas);

Queixo – incisão no sulco entre a gengiva e o lábio inferior + descolamento do tecido até a região onde será feita a covinha (uma pequena incisão na pele também pode ser utilizada).

• Ressecções de tecido, revisão da hemostasia e criação das depressões:

Bochechas – ressecção de fragmento de tecido muscular (músculo bucinador) + sutura com fio absorvível unindo as bordas deste local com a camada profunda da pele, criando uma depressão + repetição dos mesmos passos no outro lado;

Queixo – ressecção de fragmento de tecido adiposo + sutura com fio absorvível ou inabsorvível, unindo a camada profunda da pele ao periósteo da parte central da mandíbula, criando uma depressão.

• Fechamento das feridas operatórias.

 

Antes da realização de qualquer cirurgia plástica, é importante que o paciente siga as orientações pré-operatórias.

 

O paciente pode retornar às suas atividades no dia seguinte. Alimentos mais macios e bebidas não muito quentes são preferíveis nos primeiros dias. Curativo compressivo no queixo é utilizado por cerca de 15 dias. Nas bochechas não são usados curativos. Roxos e inchaços podem aparecer, mas são temporários. Dor é rara.

Leia mais em orientações sobre cirurgia das covinhas.

 

FAQ - Perguntas Frequentes: Cirurgia das Covinhas

Cirurgia plástica indicada em mulheres e homens que desejam ter “covinhas” nas bochechas ou “furinho” no queixo.

A partir de 18 anos.

Local com sedação.

Cerca de 30 minutos, em cada segmento (bochechas ou queixo).

Poucas horas de internação. O paciente é liberado no mesmo dia.

Os pontos absorvíveis não precisam ser retirados. Caso seja feita incisão externa no queixo, os pontos inabsorvíveis são retirados de 7 a 10 dias.

Complicações pós-operatórias são raras. Dentre elas podemos citar: hematoma, infecção, deiscências de pontos, desaparecimento da depressão criada, etc.

O resultado final ocorre após cerca de 6 meses. As cicatrizes geralmente ficam escondidas na parte interna da boca. A cicatriz do queixo quando externa é muito pequena e quase imperceptível, camuflada dentro da depressão criada.

 

Agende uma consulta

Este é apenas um pré-agendamento. A consulta será confirmada por um atendente. Aguarde nosso contato.

 





O Corpo


Escolha e clique em qualquer área do desenho abaixo para saber mais sobre uma cirurgia ou procedimento.