fbpx

Quais são os exames necessários para rinoplastia? Saiba aqui

por Dr. Fernando Rodrigues |  30 de maio de 2020
Quais são os exames necessários para rinoplastia? Saiba aqui

Saber quais são os exames para rinoplastia é interessante porque, algumas semanas antes da cirurgia, o médico solicitará todos os exames necessários à segurança desse procedimento.

A realização dos exames pré-cirúrgicos é útil para verificar a saúde geral do paciente, a fim de que os resultados sejam os melhores possíveis. Tendo isso em vista, explicaremos o que é a rinoplastia e listaremos os exames mais importantes para o sucesso da rinomodelação. Confira!

O que é a rinoplastia?

É a cirurgia plástica que objetiva a correção estética do formato natural do nariz. Muitas pessoas têm indicação para a realização desse procedimento por conta de problemas nasais.

A maioria dos casos de rinoplastia por razões funcionais está associada a complicações do septo nasal. A segunda indicação mais comum é a retirada — ou a correção — de porções dos cornetos nasais, também conhecidos como carne esponjosa.

Essas intervenções são importantes para minimizar os riscos de alergias, como a rinite ou outras questões clínicas relacionadas às vias respiratórias.

Convém destacar que a rinoplastia só pode ser realizada em pacientes com idade mínima de 15 anos de idade, pois somente a partir dessa fase que o desenvolvimento facial já está concluído.

Quais são os exames para rinoplastia mais solicitados pelo cirurgião?

Enumeramos os principais exames exigidos para esse procedimento. Veja quais são!

Após escolher o especialista e agendar a consulta, o próximo passo será uma avaliação minuciosa para informar ao cirurgião o seu histórico clínico. Igualmente relevante é relatar ao médico se você já passou por algum procedimento cirúrgico na região do nariz ou da face.

Powered by Rock Convert

Como parte dessa avaliação, o profissional também vai investigar quais os medicamentos que você faz uso, se é tabagista, etilista ou se consome alguma outra substância. Fornecer informações corretas, ser honesto e transparente é imprescindível para minimizar os riscos da cirurgia.

Após essa avaliação, alguns exames serão solicitados. Veja quais são!

Exame físico

O exame físico é fundamental para obter informações gerais sobre o estado clínico do paciente. Por meio dele, o médico vai investigar doenças comuns como a hipertensão, problemas cardíacos, diabetes e outras questões que podem inviabilizar a cirurgia.

Exame de sangue

Também conhecido como Hemograma, esse exame é útil para avaliar as taxas sanguíneas, os níveis de glicose no sangue, o número de plaquetas (responsáveis pela coagulação) e o estado geral da defesa imune. Nesse exame confirma-se também o tipo sanguíneo para o caso de necessidade de transfusões.

Coagulograma

Esse exame tem a função de avaliar se a coagulação do sangue do paciente está dentro do padrão de normalidade. Serve também para diagnosticar doenças hemorrágicas. Um dos exames importantes também é o eletrocardiograma, que serve para avaliar o estado geral do aparelho cardiovascular.

Tomografia computadorizada

Dependendo da condição clínica do paciente, o profissional poderá solicitar exames de imagem. Um dos mais comuns, nesses casos, é a tomografia computadorizada, já que ela é mais indicada para visualizar detalhadamente a estrutura nasal. 

Por fim, vale ressaltar que a rinoplastia não é aconselhada para pacientes com diagnóstico de doenças em fase aguda. Também é contraindicada para lactantes e para quem utiliza quaisquer tipos de anticoagulantes. No entanto, para quem está apto ao procedimento, basta realizar os exames para rinoplastia e agendar a cirurgia. 

Gostaria de saber mais detalhes sobre esse procedimento? Veja, então, quais as diferenças entre a rinoplastia fechada e aberta!


Cirurgia Plástica em BH (Lipoaspiração, Mamoplastia, Silicone, Abdominoplastia, Rinoplastia, Lipo) Cirurgia Plástico em Belo Horizonte Minas Gerais