fbpx

Afinal, qual é a diferença entre rinoplastia e rinosseptoplastia?

por Dr. Fernando Rodrigues |  27 de abril de 2019
Afinal, qual é a diferença entre rinoplastia e rinosseptoplastia?

Por serem procedimentos com nomes e objetivos parecidos, rinosseptoplastia e rinoplastia são termos que, muitas vezes, confundem os pacientes. Mas a verdade é que existem diferenças significativas entre os dois e, dependendo das condições de cada pessoa e dos seus objetivos, pode ser mais interessante optar por um ou outro.

Além de ser importante para a harmonia facial, o nariz também é a parte externa do sistema respiratório e o responsável pelo nosso olfato. Ou seja, toda intervenção na região precisa levar em conta não apenas a estética, mas também a função do órgão.

Neste artigo, vamos explicar melhor as diferenças entre rinosseptoplastia e rinoplastia e quando fazer cada uma delas. Confira!

O que é rinoplastia?

A rinoplastia é um procedimento cirúrgico com objetivo apenas estético, que pode ser tanto afinar como alongar ou levantar o nariz, além de outras alterações na aparência do órgão. Em muitos casos, a rinoplastia é a opção adequada para correções estéticas na harmonia facial.

Esse procedimento é relativamente simples e tem um tempo curto de recuperação. Quase sempre os cortes são realizados internamente e não deixam cicatrizes visíveis. Mas, como em qualquer cirurgia plástica, a técnica do profissional é decisiva para que os resultados atendam o paciente.

O que é rinosseptoplastia?

A rinosseptoplastia é um procedimento que combina a rinoplastia com a correção do septo, a septoplastia. É indicada quando o paciente precisa de ambas intervenções, que podem ser feitas em uma única cirurgia na região. O desvio de septo é um problema que vai além da estética do “nariz torto”. Dependendo do grau de desvio, a obstrução pode prejudicar seriamente a respiração do paciente e, até mesmo, o olfato.

Powered by Rock Convert

Quando existe uma dificuldade de respiração significativa, é relativamente comum que um terceiro procedimento seja realizado: a turbinectomia, que consiste na redução do volume dos cornetos, que são estruturas nas laterais do nariz que aquecem e umidificam o ar que passa pela cavidade nasal. Além de malformação congênita, muitas vezes é preciso realizar a rinosseptoplastia após traumas na região do nariz, um procedimento comum para lutadores de combates esportivos de alto impacto, como o boxe e o MMA.

A rinosseptoplastia é um procedimento relativamente mais complexo que a rinoplastia, mas, ainda assim, pode ser considerado uma intervenção pouco invasiva e simples. A dor após a operação é controlada com analgésicos leves e o resultado quase sempre pode ser avaliado assim que o inchaço é reduzido.

Como escolher entre rinoplastia e rinosseptoplastia?

O que vai determinar a escolha entre rinoplastia e rinosseptoplastia são as necessidades de cada paciente. Quem quer apenas corrigir a harmonia facial e não tem nenhum tipo de problema de função na região nasal geralmente resolve seus problemas com a rinoplastia.

Por outro lado, se o desvio de septo é um agravante, o mais recomendável é aproveitar para realizar todas as correções de uma só vez, reduzindo as vezes que o paciente precisará se submeter à cirurgia.

O nariz é uma parte importante do rosto e procedimentos nessa região devem ser feitos com cautela. O correto é consultar especialistas em otorrinolaringologia e cirurgia plástica para decidir qual a cirurgia certa para cada pessoa.

Gostou de saber as diferenças entre rinoplastia e rinosseptoplastia? Sabia que existe um nariz ideal para cada tipo de rosto? Confira nosso post sobre o assunto e descubra qual o estilo que mais se adéqua a você! Aproveite então para descobrir se existe mesmo um nariz ideal!