Entenda como funciona a plástica nas coxas

por Dr. Fernando Rodrigues |  27 de novembro de 2018

Por mais que uma pessoa tenha excelentes níveis de autoestima e esteja razoavelmente satisfeita com o seu estado físico atual, sempre existem alguns detalhes que poderiam ser aprimorados, não é mesmo? Diante dessa realidade, entender melhor como funciona a plástica nas coxas pode ser...

Entenda como funciona a plástica nas coxas

Por mais que uma pessoa tenha excelentes níveis de autoestima e esteja razoavelmente satisfeita com o seu estado físico atual, sempre existem alguns detalhes que poderiam ser aprimorados, não é mesmo? Diante dessa realidade, entender melhor como funciona a plástica nas coxas pode ser uma excelente ideia.

Esse tipo de procedimento vem ganhando bastante espaço no mercado, não apenas por conta dos seus grandes benefícios estéticos, como também pela própria evolução da técnica e pela diminuição dos sintomas no pós-cirúrgico. Confira o conteúdo a seguir e aprenda um pouco mais sobre o tema.

A demanda por cirurgias plásticas no Brasil 

Não é novidade para ninguém que o Brasil não apenas é um dos países com as maiores demandas por cirurgias plásticas do planeta, como também possui profissionais altamente qualificados nesse segmento da medicina, em consonância com as melhores práticas e técnicas disponíveis atualmente nessa especialidade.

Nesse contexto, a plástica nas coxas não poderia ficar de fora, e vem sendo uma das opções mais solicitadas nos consultórios em função dos seus excelentes resultados, da ausência da necessidade de cuidados muito extremos no pós-operatório e até mesmo por conta da nossa cultura, que valoriza praias, piscinas e poucas roupas.  

O que é a plástica nas coxas

A plástica nas coxas é um tipo de cirurgia muito interessante e solicitada hoje em dia. A técnica permite devolver firmeza e tornar essa região mais delgada, revertendo a aparência flácida ou pouco estética que pode surgir naturalmente com o envelhecimento (ou devido a um processo rápido de emagrecimento, por exemplo).

É uma escolha certeira, sobretudo quando a dieta não está fazendo efeito ou os exercícios físicos não apresentam resultados satisfatórios. O cirurgião pode remodelar a área, reduzindo o excesso de pele e, dependendo do caso, um pouco da gordura, deixando os membros inferiores mais bonitos e proporcionais.

Como é feita a cirurgia de plástica nas coxas

A cirurgia deve ser feita por um médico devidamente especializado, membro da sociedade de cirurgia plástica brasileira. O procedimento não é muito demorado e, em linhas gerais, costuma durar cerca de 2 horas, realizado com uma anestesia geral em um hospital com centro cirúrgico apropriado.

Serão feitos pequenos cortes na região da virilha, na parte inferior do glúteo ou no interior das coxas, dependendo de cada caso. Depois, o excesso de pele é retirado e o cirurgião estica harmoniosamente a área para voltar a fechar os cortes, remodelando a silhueta e chegando ao resultado esperado.

Como é a recuperação da plástica nas coxas

Como em qualquer operação, é normal sentir um pouco de dor e desconforto, que serão minimizados com as medicações e as orientações do cirurgião responsável. Geralmente, o paciente fica internado de um dia para o outro, especialmente para garantir uma melhor observação da recuperação e sinais vitais.

Geralmente, a área fica revestida por ligaduras elásticas apertadas, por cerca de 5 dias. Isso é necessário para evitar o acúmulo de líquidos. Os resultados vão aparecendo gradualmente, sendo completamente finalizados em aproximadamente 6 meses e exigindo repouso de 3 semanas.

Como você pode ver, a plástica nas coxas pode ser uma excelente opção para remodelar essa região! Gostou de conhecê-la? Ficou interessada? Então entre em contato com a nossa empresa!