Exames para cirurgia plástica: quais preciso fazer?

por Dr. Fernando Rodrigues |  13 de junho de 2018

É extremamente importante que você siga cada uma das orientações de médicas e faça todos os exames para a cirurgia plástica solicitados na consulta. Essas informações são solicitados para que o médico tenha mais informações sobre você e seu condicionamento físico.

Exames para cirurgia plástica: quais preciso fazer?

Quando decidimos fazer um procedimento cirúrgico é preciso ter em mente que alguns exames para cirurgia plástica serão solicitados para que o médico tenha mais informações sobre você e seu condicionamento físico.

Com as informações sobre o estado de saúde de quem fará o procedimento em mãos, o médico tem uma visão geral sobre quais riscos o paciente pode correr e, com uma análise detalhada, é possível diminuir as chances de complicações na cirurgia e no pós-operatório.

Confira, abaixo, quais são os principais exames necessários para cirurgia plástica.

Hemograma

Com o hemograma, o médico terá uma visão geral sobre o seu estado de saúde, determinando o número de glóbulos vermelhos e vendo se existe alguma infecção presente no organismo. Por ser um exame completo, ele também analisará a presença de doenças como leucemia e anemia.

Caso o responsável pela cirurgia veja que no resultado do exame algo está fora do normal, ele dará todas as indicações necessárias para começar um tratamento antes do procedimento ser realizado. Qualquer infecção no pós-operatório pode trazer grandes problemas, por isso é necessário que ela seja tratada antes da cirurgia.

Eletrocardiograma

Devido ao alto estresse que um procedimento cirúrgico causa ao corpo, o coração acaba sendo sobrecarregado, por isso é fundamental que o paciente faça um eletrocardiograma para conseguir dimensionar a sua resistência e determinar qual o melhor anestésico para a cirurgia.

O exame é simples e indolor. Com os eletrodos sobre o paciente é possível ver se existe alguma anormalidade ou alguma patologia cardíaca. Este procedimento pode detectar arritmias, patologias, infarto e outros diagnósticos.

Glicemia

A glicemia mede o nível de açúcar no sangue e é feito em jejum. O exame é capaz de diagnosticar a hipoglicemia ou hiperglicemia. Quando o paciente é diagnosticado com diabetes, alguns procedimentos cirúrgicos não podem ser realizados, pois quando não controlada corretamente, essa doença pode causar várias infecções e problemas na cicatrização.

Coagulograma

Este exame será realizado para testar a coagulação do paciente, mostrando se está dentro do tempo ideal ou não. Com essa análise, o cirurgião responsável consegue diagnosticar as possíveis complicações hemorrágicas. Os testes realizados no coagulograma são de:

  • tempo de sangramento;
  • tempo de coagulação;
  • tempo de protrombina ativada;
  • tempo de tromboplastina parcial;
  • número de plaquetas.

Raio X do tórax

Com esse Raio X o médico consegue avaliar os riscos na cirurgia e o funcionamento dos pulmões, principalmente em caso de pacientes fumantes. Além disso, ele consegue observar de maneira geral os possíveis problemas no coração, vasos sanguíneos e ossos.

Caso encontre qualquer anormalidade na radiografia, o profissional responsável entrará em contato com outros médicos para definir o melhor tratamento e se será possível seguir com o plano cirúrgico traçado anteriormente.

É extremamente importante que o paciente siga cada uma dessas indicações e faça todos os exames para cirurgia plástica que o médico achar necessário. Assim, todas as medidas e precauções serão tomadas antes do procedimento. Toda informação é importante para ajudar na hora da operação e na sua recuperação.

Agora que já conhece alguns dos principais exames para cirurgia plástica, compartilhe este artigo com os amigos em suas redes sociais!