Mentoplastia: Conheça os Prós e Contras da Cirurgia Plástica do Queixo

por Dr. Fernando Rodrigues |  9 de fevereiro de 2019
Mentoplastia: Conheça os Prós e Contras da Cirurgia Plástica do Queixo

Mentoplastia é o nome dado ao procedimento cirúrgico que trata do formato do mento, ou seja, da forma da parte inferior da face (pescoço, mandíbula e um terço do rosto). Por meio dele é viável o aumento ou a redução do queixo.

Algumas cirurgias plásticas já são bem conhecidas e não geram dúvidas quanto ao problema que resolvem, tais como a mamoplastia, a lipoaspiração ou a rinoplastia. Por outro lado, há procedimentos que, apesar de fazerem grande diferença na vida de quem se submete a eles, não são tão populares ainda. É o caso da mentoplastia, a cirurgia plástica do queixo.

É pouco provável que uma pessoa se sinta desconfortável com seu queixo. Apesar de não ser uma parte do corpo muito lembrada, seu formato e tamanho são fundamentais para uma estética facial harmônica.

A partir do momento em que um indivíduo, para o qual a mentoplastia é recomendada, descobre o quão transformador pode ser uma adequação da parte inferior da face, é natural que ele se interesse por essa cirurgia.

Neste artigo, vamos falar sobre a mentoplastia, como o procedimento é feito, suas vantagens e desvantagens. Continue a leitura e descubra se ela é indicada para você!

O que é mentoplastia?

Mentoplastia é o nome dado ao procedimento cirúrgico que trata do formato do mento, ou seja, da forma da parte inferior da face, que compreende o pescoço, a mandíbula e um terço do rosto. Por meio dele, é viável o aumento ou a redução do queixo.

Essa intervenção também é conhecida como cirurgia do queixo, cirurgia do contorno cervical ou, ainda, genioplastia. Entre as práticas mais comuns nesse procedimento, estão:

  • uso de prótese de silicone: é o mais indicado para os casos de retração do queixo;
  • uso de Porex: uma alternativa para aumentar o tamanho do queixo é a utilização desse polietileno;
  • cirurgia ortognática: para uma sensação mais harmônica sobre o posicionamento do queixo em relação aos dentes, maneja-se o osso do maxilar e da mandíbula.

Para quem é indicada a mentoplastia?

O formato do rosto é estruturado basicamente pelo queixo e pelo nariz. Dessa forma, o mais interessante é que um seja alinhado com o outro — e que ambos estejam em alinhamento com a glabela, que é o espaçamento que há entre as sobrancelhas.

Em algumas pessoas, a relação entre essas partes não é visualmente harmoniosa. O problema pode ocorrer devido a um posicionamento retraído do queixo, em que ele tem a aparência menor do que deveria (ou o contrário: quando é projetado e parece maior do que o ideal). Um terceiro caso seria a assimetria do mento.

Contudo, nem só estéticas são as imperfeições que a mentoplastia pode tratar. Existem, também, as deformidades funcionais, que serão identificadas pelo médico especialista. Com exceção dos casos de traumas, a cirurgia do mento é recomendada para pacientes acima dos 18 anos.

Quais os pontos positivos da cirurgia plástica do queixo?

Uma das vantagens desse procedimento é o tipo de anestesia utilizado. É possível escolher a aplicação local, associada à sedação. Em virtude disso, o tempo de internação é bem pequeno, sendo que o paciente pode receber alta no mesmo dia.

Trata-se de uma cirurgia simples, que tem duração média de 60 a 120 minutos. O pós-operatório não é acompanhado por dores fortes, apenas por um desconforto leve e pouco inchaço. O valor do procedimento é outro ponto positivo, uma vez que é bastante acessível. A quantia varia de acordo com o cirurgião escolhido.

E quais os pontos negativos?

Ainda que as dores do pós-operatório sejam bem discretas, o tempo de reabilitação é longo e pode levar várias semanas. Nesse período, é normal haver a dormência do lábio e do queixo.

Powered by Rock Convert

É necessária atenção redobrada na hora de dormir, valendo-se de cabeceira elevada e evitando determinadas posições. É preciso, também, fugir da exposição solar, de exercícios físicos e do uso de tabaco. A dieta líquida é a mais indicada, seguida de uma higienização bucal severa.

A drenagem linfática na região do pescoço também é aconselhada, até três vezes por semana. Lembre-se de que o resultado não é imediato: é preciso esperar de três a seis meses para que a diferença seja realmente notável.

A associação da mentoplastia com a rinoplastia

Depois de conhecer um pouco mais sobre como é a técnica de uma mentoplastia, chegou a hora de entender como ela, quando combinada com a rinoplastia, pode ser ainda mais vantajosa para proporcionar a harmonia e a beleza que os pacientes esperam quando procuram por esse tipo de intervenção.

A rinoplastia, em linhas gerais, é uma cirurgia realizada com finalidade estética, na qual uma pessoa conseguir ter o formato do seu nariz ajustado para suas expectativas e características faciais. Obviamente, isso precisa ser feito de acordo com as limitações existentes e considerando a opinião de um profissional experiente.

É possível, por exemplo, diminuir, afinar, elevar a ponta ou até mesmo aumentar algumas partes, buscando uma conformidade com o resto da face. Vale lembrar também que podem haver questões clínicas que podem ser solucionadas junto à rinoplastia, como o desvio de septo e a retirada de adenoides inflamadas.

Vantagens em associar mentoplastia com rinoplastia

Resultado mais harmônico

Como dissemos, uma das grandes vantagens de associar mentoplastia com rinoplastia na mesma cirurgia plástica é que, em um único momento de intervenção, o médico poderá fazer mais mudanças, conseguindo um resultado mais harmônico e consertando quaisquer desproporções existentes entre o queixo e o nariz dos pacientes.

Considerando que esses dois tipos de intervenção usualmente têm fins estéticos, os resultados dessa combinação costumam trazer um grau bastante elevado de satisfação, sobretudo para quem não gosta do seu próprio visual quando visto de perfil. É uma forma eficaz e dinâmica de aumentar a autoestima e a autoconfiança de qualquer um.

Excelente ganho funcional

Embora a maioria das cirurgias desse tipo tenha a finalidade exclusivamente estética, isso não quer dizer que problemas de ordem clínica não estejam presentes em uma parcela considerável dos pacientes. Diante desse contexto, mais uma vez, a associação da mentoplastia com a rinoplastia pode ser uma ótima opção.

Pouco adiante fazer apenas a mentoplastia e conseguir um queixo excelentemente posicionado, se existir alguma deformidade óssea no nariz, como o desvio de septo. Combinando os dois procedimentos, é possível aliar o ganho de harmonia facial com uma excelente melhora funcional.

Economia de tempo e dinheiro

Por fim, embora esse não deva ser um aspecto tão decisivo na hora de optar por uma cirurgia plástica, há ainda a questão de economizar dinheiro e tempo ao combinar as duas intervenções na mesma ocasião. Isso é ainda mais importante para quem não pode ficar afastado do trabalho por longos períodos e nem deseja ter problemas no orçamento.

Fazer essa associação de procedimentos é cada vez mais comum e isso tem até uma nomenclatura própria: perfiloplastia. O médico é o mesmo, assim como o centro cirúrgico e os demais profissionais, o que reduz a despesa. Além disso, o pós-operatório é o mesmo, o que implica em passar por esse momento de recuperação uma única vez.

Como você pode ver, a associação da mentoplastia com a rinoplastia pode ser uma excelente opção, tanto em termos estéticos, quanto do ponto de vista clínico e até do financeiro!

Você sabia de todos esses detalhes a respeito da mentoplastia? Gostou de entender melhor como a associação da mentoplastia com a rinoplastia pode oferecer um resultado ainda mais incrível para os pacientes? Então, que tal conferir também o nosso artigo sobre a técnica de lipoenxertia de rosto?