fbpx

Descubra agora as diferenças entre mini lipo e lipoaspiração

por Dr. Fernando Rodrigues |  10 de junho de 2019
Descubra agora as diferenças entre mini lipo e lipoaspiração

Grande parte das pessoas não está inteiramente satisfeita com a aparência de seu corpo. O grau de exigência das mulheres consigo mesmas, infelizmente, é ainda mais alto. Fato é que, para muitas delas, é um prazer se cuidar. Cremes, segredos de beleza e lipoaspiração sempre estão entre os assuntos das rodas de conversas.

Em alguns casos, a equação exercícios físicos + alimentação balanceada + cuidados estéticos não consegue solucionar questões específicas, que geram frustrações. Chega a ser realmente desanimador seguir uma rotina de cuidados de beleza e saúde e ainda não se reconhecer por completo ao se olhar no espelho.

Quando se chega a esse estágio, um caminho pode ser a cirurgia plástica. Este post aborda a lipoaspiração e a mini lipoaspiração. Você sabe a diferença entre elas?

O que é lipoaspiração?

Trata-se de uma técnica cirúrgica, em que são feitas pequenas incisões de cerca de 4 mm na área que o paciente deseja harmonizar. Por ela, é inserida uma cânula simples, de metal. Primeiramente, é injetada uma solução, normalmente soro fisiológico com adrenalina, a fim de diminuir a chance de sangramentos e facilitar a retirada de gordura.

Então, a gordura é aspirada através da cânula, que está ligada a um aparelho de vácuo, chamado de aspirador cirúrgico. Para isso, é necessário que o cirurgião faça movimentos de vai e vem, o que quebra a resistência da gordura.

Por fim, as células retiradas podem ser descartadas ou a gordura pode ser utilizada em outro procedimento. Nesse caso, o tecido excedente é usado para preencher locais como o bumbum e seios.

A lipoaspiração está dentro da especialidade de cirurgia plástica, é regulamentada pelo Conselho Federal de Medicina como especialidade cirúrgica e os únicos profissionais aptos a realizá-la são os cirurgiões.

Para quem é indicada a lipoaspiração?

A lipoaspiração é indicada para pessoas que não têm problemas de obesidade e buscam a redefinição do contorno do corpo. Ou seja, não são pessoas que estão atrás de perda de peso, mas que almejam eliminar gordura localizada.

Não apresentar problemas cardíacos ou outros tipos de impedimentos médicos também são fatores importantes para o paciente estar preparado para uma lipoaspiração.

O que é mini lipo?

A mini lipo tem o mesmo objetivo da lipoaspiração, que é eliminar gordura de determinada área do corpo. A definição sobre a categoria o procedimento se encontra está diretamente ligada ao tipo de cânula usada na cirurgia.

Para se ter uma noção, na mini lipo geralmente são usadas cânulas de 2 mm, enquanto na lipoaspiração tradicional, as de 3 mm são mais comuns. Dito isso, fica claro que, tecnicamente, são procedimentos extremamente semelhantes, mas que, na mini lipo, uma área menor é tratada. A recuperação do paciente também é mais tranquila nesse caso.

Para quem é indicada a mini lipo?

A mini lipo é indicada para situações em que realmente há pouca presença de gordura. Entende-se por pouca gordura algo que é possível de ser retirado com apenas uma sessão.

Powered by Rock Convert

Estamos falando de cerca de 200 ml. Val ressaltar que, assim como na lipoaspiração, o foco não é a perda de peso.

Em quais locais esses procedimentos podem ser feitos?

A lipoaspiração ou a mini lipo são realizadas em pessoas que têm gorduras alojadas em partes do corpo como as coxas, o quadril, os braços, o culote, o abdômen e nas costas. Dentre as mais procuradas, está o abdômen. Essas são as regiões de preferência das mulheres, visto que elas estão à procura de um corpo mais curvilíneo e desenhado.

Já os homens, em sua maioria, recorrem à lipoaspiração para esculpir o abdômen. Nesse caso, o objetivo é ter músculos definidos e sobressalentes, o popular “tanquinho”.

Quais tipos de anestesia são usados na lipoaspiração e na mini lipoaspiração?

A lipoaspiração pode ser realizada sob anestesia local, peridural ou até geral. Já na mini lipo, a primeira opção é a mais comum.

O uso de sedativo também pode ser aconselhado para que o paciente não se sinta tão desconfortável, uma vez que, com a anestesia local, é possível ver e ouvir a movimentação da cirurgia, além de sentir a cânula dentro de seu corpo.

A mini lipo pode ser realizada em qualquer lugar?

É preciso ter muito cuidado. É comum que clínicas, consultórios ou outros estabelecimentos de menor porte e que não podem realizar lipoaspiração, anunciarem a mini lipo como solução menos invasiva e sugerirem que sejam feitas múltiplas sessões.

Como vimos, os cuidados com a mini lipo devem ser os mesmos que com a lipoaspiração. Vale repetir que, para o Conselho Federal de Medicinal, somente cirurgiões plásticos podem fazer qualquer tipo de lipo.

Como é a recuperação desses procedimentos?

Ao final da cirurgia, o médico realizará a sutura. Como as incisões para a entrada da cânula são pequenas, é bem provável que a cicatriz fique praticamente imperceptível. Após, o paciente é envolto em bandagens elásticas ou malhas de compressão, a fim de evitar retenção de líquidos, que é natural após o procedimento. Em alguns casos, pode ser necessário o uso de dreno, uma pequena cânula que faz contato com o meio exterior para remover o excesso de fluidos, como o sangue.

As bandagens também são úteis para comprimir a pele, o que é importante para o bom resultado estético durante a recuperação. É natural que as regiões fiquem com manchas roxas e inchadas, graças à remoção da gordura e do movimento da cânula. No entanto, nos primeiros dias do pós-operatório, a tendência é a regressão.

Nas primeiras semanas em casa, é natural que o paciente sinta dor. Dessa forma, são prescritos remédios pelo médico. Nesse momento é importante seguir os cuidados e orientações do cirurgião, e não de terceiros. Afinal, cada profissional tem as suas preferências.

Para minimizar o efeito do inchaço, o cirurgião plástico pode recomendar sessões de drenagem linfática manual. Nesse tratamento, o profissional realiza movimentos de compressão para que os líquidos sejam drenados e o corpo adquira as curvas mais rapidamente.

Durante esse período, também é importante ter algumas precauções, como cuidar da alimentação, beber bastante líquido e evitar o cigarro, visto que as suas substâncias prejudicam a cicatrização do corpo. Além disso, os nutrientes presentes em uma dieta balanceada e a hidratação ajudarão bastante na recuperação. O paciente é orientado a evitar certos hábitos, como dirigir e realizar exercícios físicos. O tempo de retorno será determinado pelo médico.

Agora que você sabe mais sobre as diferenças entre lipoaspiração e mini lipoaspiração, que tal descobrir qual é a mais indicada para o seu caso? Entre em contato conosco e marque uma avaliação!